2561

Prefeitura Municipal de Belo Campo

Pular para o conteúdo
Última atualização:
|
Prefeitura Municipal de
Belo Campo

Secretaria Municipal de Saúde realiza ação em combate à Dengue, Chikunguya e Zica

21/02/2024 às 16h16

Noticia

Galeria com imagens e vídeos sobre a matéria


Secretaria Municipal de Saúde realiza ação em combate à Dengue, Chikungunya e Zica

Por Daniela Viana - ASCOM

 

Na última segunda-feira, 19 de fevereiro, a Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica – VIEP, e com o apoio dos Agentes Comunitários de Saúde – ACS e da Vigilância Sanitária - VISA, realizou uma ação com blitz de conscientização e ações educativas pelas ruas da cidade; com o objetivo de conscientizar a população sobre os riscos que a Dengue, Chikungunya e Zica traz para o indivíduo, doenças essas transmitidas pelo Aedes Aegypti.

À ação contou com: realização de panfletagem, na Ceasa e nas principais áreas suspeitas de aumento das arboviroses; entrega de kits de hipoclorito e saco de lixo; orientação aos motoristas e pedestres, ressaltando a necessidade de prevenção e cuidados necessários para evitar a propagação das doenças, sobretudo destacando a gravidade dos aumentos de casos pelo país e palestras ao vivo em carro de som, fornecendo as principais informações sobre o mosquito.

Segundo o Coordenador da Vigilância Epidemiológica e Imunização do Município, Amadeu Ribeiro, essa ação teve como objetivo a prevenção das doenças e conscientização da população. “Nos últimos dias vem aumentando o número de casos suspeito de Dengue em nosso município; e essa ação foi realizada com o intuito de conscientizar a população para não deixar resíduos que acumulam água nos quintais das residências, e instruir em relação aos sintomas das doenças causadas pelo Aedes Aegypti. Também estaremos realizando mutirão de limpeza nas áreas de foco de procriação do mosquito na cidade”, afirma o Coordenador Amadeu.

A conscientização da população sobre os riscos associados a Dengue, Chikungunya e Zica e as medidas preventivas é essencial. Pois, a luta contra as doenças requer esforço conjunto e coordenado de todos; assim, ao assumir sua responsabilidade individual e coletiva, cada cidadão estará contribuindo para reduzir os riscos que o Aedes Aegypti pode causar a comunidade.